PUBLICIDADE
 
PARANÁ
 
 

Sexta-feira, 26 de Maio de 2017 - 14h11

Morador de Laranjeiras do Sul é assassinado com uma motosserra

 
Um morador de Laranjeiras do Sul, de 34 anos, foi morto na madrugada desta sexta-feira (26) na comunidade de Rio Areia, em Enéas Marques. João Francisco Vítor foi morto por ferimentos nas costas causados por uma motosserra.

 A vítima e outros trabalhadores estavam alojados no pavilhão da comunidade para fazer a retirada de eucaliptos, quando ocorreu um desentendimento e aconteceu o crime.
A Polícia Militar foi comunicada, isolou o local do crime e acionou a Polícia Civil e a Criminalística para os demais procedimentos. O corpo de João foi removido ao Instituto Médico Legal (IML) de Francisco Beltrão.

Testemunhas que estavam no local foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil para prestar depoimento.
 
PUBLICIDADE
 
A campanha de vacinação contra a gripe, programada para acabar nesta sexta-feira (26), foi prorrogada até o dia 9 de junho. Crianças de seis meses a quatro anos de idade, gestantes, mulheres que tenham passado por parto há menos de 45 dias, idosos maiores de 60 anos, doentes crônicos (mediante prescrição médica), profissionais de saúde e professores em atividade terão mais duas semanas para se vacinar.

O Estado do Paraná já vacinou 80% do público prioritário para a vacina. O percentual equivale a 2,4 milhões de doses aplicadas. A meta para este ano é chegar a, pelo menos, 90%. A maior preocupação é com as crianças e gestantes, que foram os que menos buscaram as unidades de saúde para serem vacinados. Os índices estão em 62% e 64%, respectivamente.

De acordo com o coordenador estadual de imunização, João Luís Crivellaro, a procura pela vacina está mais baixa este ano. “Com as ótimas coberturas vacinais que o Paraná vem apresentando nos últimos anos, os casos e óbitos estão cada vez menores. Entretanto, as pessoas precisam continuar se vacinando para que esses números reduzam ainda mais”, enfatiza.

Crivellaro explica que a vacina demora de 10 a 15 dias para garantir imunidade, por isso a campanha é promovida antes da chegada do inverno. “A população deve ir até uma das 2,2 mil unidades de saúde o mais rápido possível para que quando as temperaturas caírem, eles já apresentem a proteção adequada”, comenta.

CASOS – Do início do ano até a última sexta-feira (19), o Paraná registrou 66 casos de gripe com dois óbitos. A maior parte causado pelo vírus Influenza A (H3) Sazonal, com 57 registros em 12 Regionais de Saúde. Também foram contabilizados oito casos de Influenza B e um caso de H1N1. Mais informações AQUI, clicando no link “Boletim da Gripe”.
 
PUBLICIDADE
 
Sócia da Rede Paranaense de Comunicação (RPC), Elizabeth Lemanski é uma das feridas no grave acidente que envolveu sete veículos durante a tarde desta quinta-feira (25), em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. As duas filhas dela, de 6 e 12 anos, não resistiram e morreram no local. Além delas, outras quatro pessoas morreram, sendo três já identificadas no Instituto Médico Legal de Curitiba.

De acordo com informações divulgadas pela própria RPC, Elizabeth e o marido seguem hospitalizados. “É um momento de profunda tristeza e todos nós, da RPC, desejamos muita força às famílias que perderam entes queridos”, lamentou a empresa na rede social Facebook.

A família estava no veículo Land Rover, um dos carros prensados entre os caminhões. Acredita-se que os quatro retornavam de uma chácara de São Luiz do Purumã quando o acidente aconteceu na BR-277. As crianças foram identificadas como Sophia Lemanski, de 13 anos, e Lavínia Lemanski, de sete anos.

As outras vítimas fatais já identificadas são: Ligia Rother, de 57 anos, Natália Razera Paloschi, 64 anos, e Moacir Paloschi, 65.

Tragédia

O gravíssimo acidente na pista sentido Curitiba da rodovia deixou seis mortos nesta quinta-feira (25). A múltipla colisão, que envolveu quatro caminhões e três carros, aconteceu por volta das 13h30. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu em um trecho de obras.

Um passageiro do Escort também foi socorrido e encaminhado a um pronto-socorro de Curitiba.


 
 
PUBLICIDADE
 
Cerca de 111 pessoas são pegas, por dia, no Paraná, dirigindo sem possuir carteira de habilitação, permissão para dirigir ou autorização para conduzir ciclomotor. A informação é do Detran-PR. A infração é gravíssima, gera multa de R$ 880,41 e a retenção do veículo, até um condutor habilitado se apresentar para conduzi-lo.

Muitas pessoas que não cumprem as leis de trânsito se preocupam com a multa que vão pagar, mas não pensam no lado educativo dela, já que muitos acidentes são causados por gente que, justamente por não possuir a habilitação, desconhece as regras de conduta no trânsito, das mais básicas às mais complexas.

No Paraná, mais de 40 mil autos de infração foram lavrados no ano passado por esta infração, que está no artigo 162 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A quantia representa uma redução de 11,5% em relação ao ano anterior, quando foram lavrados quase 46 mil autos.

“Esqueci em casa”

Também existem os condutores que possuem habilitação, mas foram pegos sem ela, que é um documento de porte obrigatório. Em 2015, foram mais de 18 mil pessoas nesta situação, ou seja, pelo menos 50 pessoas por dia no Paraná.

Em 2016, houve uma queda de 18,2% nesta quantidade. Ainda assim, são 41 pessoas por dia pegas sem a documentação obrigatória. A infração está prevista no artigo 282 do CTB e é leve, com multa de R$ 53,20 e retenção do veículo até apresentação dos documentos.

O documento do carro (CRLV) também era de porte obrigatório. Mas, no final do ano passado, o Conselho Nacional de Trânsito estabeleceu que, se no momento da fiscalização, o agente de trânsito tiver alguma forma eletrônica de verificar o licenciamento do veículo, o condutor está isento de portar o CRLV. Apesar da mudança na lei, ela ainda está pendente de normatização do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Menores de 18 anos

Dados do Detran-PR mostram a quantidade de crianças e adolescentes que se envolvem em acidentes ao dirigir um veículo. Só no ano passado, foram 858 condutores acidentados com menos de 18 anos. ‘Os pais têm uma responsabilidade enorme e precisam entender que, ao dar o carro ou a moto para um adolescente não habilitado, estão colocando a vida de seus filhos e dos filhos dos outros em risco. É preciso pensar não só na segurança física, mas também emocional deste condutor ao causar uma morte ‘, alerta a coordenadora de Educação para o Trânsito, Juçara Ribeiro.

O CTB estabelece no artigo 310 que permitir, confiar ou entregar a direção de veículo a pessoa não habilitada, ou com CNH cassada ou suspensa, é crime de trânsito. A pena é detenção de seis meses a um ano ou multa. Além disso, o proprietário do veículo comete infrações de trânsito gravíssimas nos artigos 164 e 165 do CTB, com multa de R$ 293,47, sete pontos na habilitação e retenção de veículo até apresentação de condutor habilitado.

Causa fatal

Um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado na semana passada, aponta que as principais causas de óbitos entre os brasileiros de 10 a 15 anos são, nesta ordem: violência, acidentes de trânsito, afogamento, leucemia e infecções respiratórias.

No Paraná, segundo o Detran, das 1.682 vítimas fatais do trânsito, registradas no Estado em 2016, 67 tinham de 12 a 17 anos (3,9%). Já entre os 48.818 feridos no trânsito, 2.147 (4,3%) também se incluíam nesta faixa etária.
 
 
 
PUBLICIDADE
 
Polícia Federal está nas ruas do Rio cumprindo mandados na 41ª fase da Operação Lava-Jato na manhã desta sexta (26). A ação, que foi batizada como Poço Seco, também é realizada no Distrito Federal e em São Paulo. No Rio, os agentes cumprem os mandados em três endereços da Barra da Tijuca, na Zona Oeste, e um em São Conrado, na Zona Sul. Segundo a PF, dois mandados de prisão foram cumpridos no Rio. Os nomes dos presos ainda não foi divulgado.

Os focos principais são um ex-gerente da área internacional e um ex-banqueiro, suspeitos de terem recebido mais de US$ 5,5 milhões (cerca de R$ 18 milhões) em propinas da empresa Companie Beninoise des Hydrocarbures SARL (CBH)

Eles e outras cinco pessoas, relacionadas a um total de cinco contas mantidas na Suíça e nos Estados Unidos, são suspeitos de terem recebido pagamentos ilícitos, entre 2011 e 2014, que totalizaram mais de US$ 7 milhões (cerca de R$ 23 milhões). Os fatos podem configurar os crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Ao todo, foram expedidos 13 mandados judiciais, sendo oito de busca e apreensão, um de prisão preventiva, um de prisão temporária e três mandados de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento.

A operação tem relação com os lobistas ligados ao PMDB Jorge Luz e Bruno Luz, pai e filho que operavam para o partido dentro da Petrobras e que já estão presos no Complexo Médico-Penal, na Região de Curitiba. Eles foram presos durante a 38ª fase da Lava Jato.

Fernanda Luz, filha de Jorge Luz, e o empresário Álvaro Gualberto Teixeira de Mello são alvos de condução coercitiva. Fernanda não foi encontrada em casa e Álvaro foi levado pelos agentes para a sede da PF por volta das 8h.

A ação investiga complexas operações financeiras realizadas a partir da aquisição pela Petrobras de direitos de exploração de petróleo em Benin/África, com o objetivo de disponibilizar recursos para o pagamento de vantagens indevidas a ex-gerente da área de negócios internacionais da empresa.

O nome da fase (Poço Seco) é uma referência aos resultados negativos do investimento realizado pela Petrobras na aquisição de direitos de exploração de poços de petróleo em Benin.

Os investigados devem responder pela prática dos crimes de corrupção, fraude em licitações, evasão de divisas, lavagem de dinheiro dentre outros.
 
 
PUBLICIDADE
 
Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entregou na tarde desta quinta-feira (25) à Câmara dos Deputados o pedido de impeachment do presidente Michel Temer. A entidade também pediu que Temer fique inabilitado de exercer cargo público por oito anos.

LEIA A ÍNTEGRA DO PEDIDO

A entidade usa como base a delação premiada de executivos da J&F para argumentar que o presidente cometeu crime de responsabilidade e violou o decoro do cargo de presidente. Com base no que foi informado, o ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, autorizou a abertura de inquérito para investigar Temer.

O presidente já negou, em notas e em pronunciamentos à imprensa, ter cometido irregularidades, diz que não praticou crime e que não atuou para beneficiar a JBS junto ao governo.

"O pedido da OAB leva em consideração as manifestações do presidente da República, que em dois momentos, em rede nacional de televisão, declara textualmente conhecimento com relação a todos os fatos.

O presidente declara que escutou desse empresário, que ele nominou como fanfarrão e delinquente, todos aqueles crimes e nada fez com relação ao que escutou", disse o presidente da OAB, Claudio Lamachia, ao chegar à Câmara.

Antes de protocolar o pedido, Lama chia acrescentou que a entidade também pediu o impeachment de Dilma Rousseff, "o que demonstra que a OAB é uma instituição absolutamente e apartidária."

"Há menos de um ano, lamentavelmente, fomos nós da OAB, fui compelido a apresentar o pedido de impeachment do então presidente da República Dilma Rousseff. A OAB cumpre o seu papel, apresenta dois impeachments de dois presidentes da República, processos de impeachment diametralmente opostos no que diz respeito à questão das ideologias partidárias, o que demonstra que a OAB é uma instituição absolutamente independente e apartidária", declarou.

Além do pedido da Ordem, já há outras 16 solicitações de destituição de Temer protocoladas no Congresso Nacional.
Desses pedidos, 13 foram apresentados desde a semana passada, após se tornar público o conteúdo da delação premiada dos donos da JBS, Joesley e Wesley Batista.

As delações atingem, principalmente, o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), afastado do mandato parlamentar por determinação do Supremo Tribunal Federal.

O pedido da OAB foi protocolado na Câmara pelo presidente da entidade, Claudio Lama chia, por conselheiros federais e presidentes das seccionais da entidade representativa dos advogados.

No último fim de semana, representantes da OAB de 24 estados e do Distrito Federal votaram a favor da apresentação de um pedido de impedimento do peemedebista. Só a seccional da entidade no Amapá se posicionou contra.

Gravação

Como parte do acordo de delação, Joesley Batista entregou ao Ministério Público Federal gravação de uma conversa com Temer na qual relatou crimes que teria cometido para obstruir a Justiça.

O empresário usou um gravador escondido durante uma reunião com o presidente na noite de 7 de março, no Palácio do Jaburu, residência oficial da Vice-presidência, onde Temer mora.

O áudio também dá a entender, segundo os investigadores da Lava Jato, que Joesley teria recebido aval do presidente para comprar o silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha. A defesa de Temer afirma que o áudio foi editado a pediu a suspensão do inquérito.

Na avaliação da OAB, independentemente de uma eventual edição da gravação entre Temer e o empresário, a conversa no Palácio do Jaburu indica que o presidente da República cometeu crime de responsabilidade.

A OAB identificou crime de responsabilidade em dois trechos da conversa entre Temer e Joesley. No primeiro, o empresário diz que tinha a favor dele dois juízes e um procurador. A entidade dos advogados afirma que o presidente deveria ter informado às autoridades imediatamente. Na conversa, Temer responde "ótimo, ótimo".

Em outro trecho, o delator da Lava Jato pede ajuda a Temer para resolver assuntos pendentes no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cadê). Para a OAB, um favor pessoal é incompatível com o cargo de presidente.
 
 
PUBLICIDADE
 


Um acidente entre caminhões e carros deixou mortos e feridos no quilômetro 124 da BR-277, em Balsa Nova, na Região Metropolitana de Curitiba, por volta das 14h desta quinta-feira (25).

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), às 15h55, seis mortes tinham sido confirmadas e havia registro de três feridos.

Ainda conforme a polícia, três caminhões e quatro carros se envolveram na batida, que aconteceu próximo à entrada da empresa Cimento Itambé.
De acordo com a PRF, duas mortes foram confirmadas em uma Land Rover Discovery, com placas de Curitiba; mais duas em um Volkswagen Gol, com placas de Francisco Alves; e outras duas em um Ford Escort SW, com placas de Florianópolis e inscrição da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

O quarto carro envolvido é um Chevrolet Cobalto, com placas de Balneário Camboriú.

Os caminhões envolvidos são: um Volvo FH12 380, com placas de Cantagalo; um MB Axor, com placas de Itajaí e um Volvo FH12 440, com placas de Curitiba.

O motorista do caminhão suspeito de causar o acidente está preso. Ele será encaminhado para a Polícia Civil em Campo Largo, também na Região de Curitiba. Aos policiais rodoviários federais, ele alegou que ficou sem freios.

Pista interditada

Às 16h08, a pista sentido Curitiba estava totalmente interditada, com mais de oito quilômetros de congestionamento. O trânsito está interrompido já na praça de pedágio de São Luiz do Purumã, no quilômetro 135, para evitar acidentes.

"No momento do acidente, vi a fila parando e consegui desviar. Estacionei o caminhão e voltei ver. Os bombeiros estavam começando a isolar o local porque havia risco de explosão por um material inflamável em uma das carretas", conta o caminhoneiro Fernando Paewlak.

Obras na pista

Segundo a concessionária que administra o trecho, a CCR Rodo norte, obras estavam sendo feitas no quilômetro 123 desde a quarta-feira (24). Segundo a empresa, o asfalto está sendo trocado e a previsão de término é em 120 dias.

O acidente aconteceu próximo às obras, que estavam devidamente sinalizadas, de acordo com a polícia.

A polícia ainda não sabe as causas do acidente, mas afirma que o trânsito estava lento no momento da batida.
 
 
PUBLICIDADE
 
As taxas de juros do rotativo do cartão de crédito que tiveram queda “expressiva” em abril, devem continuar a cair nos próximos meses, com as novas regras de uso do empréstimo. A avaliação é do chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel.

Março foi o último mês em que os consumidores puderam usar o rotativo sem tempo definido. Desde o dia 3 de abril, os consumidores que não conseguem pagar integralmente a fatura do cartão de crédito, só podem ficar no crédito rotativo por 30 dias.

A nova regra, fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) em janeiro, obrigou as instituições financeiras a transferirem para o crédito parcelado, que cobra taxas menores.

"O intuito da medida era reduzir o risco dessas operações. Buscava interromper essa permanência sem horizonte de tempo no rotativo. Ao fazer isso, também estava reduzindo o risco dessa operação. Portanto, aquele indivíduo que ficava rolando indefinidamente, depois de 30 dias teria que migrar para outra modalidade. Isso propiciaria condições para redução do custo”, explicou Maciel.

A taxa média de juros do rotativo do cartão de crédito registrou queda recorde de 67,8 pontos percentuais de março para abril, quando ficou em 422,5% ao ano. O rotativo é o crédito tomado pelo consumidor quando paga menos que o valor integral da fatura do cartão.

No caso dos clientes que pagaram o valor mínimo da fatura, a taxa de juros caiu de 431,1% ao ano, em março, para 296,1% ao ano, em abril. Já aqueles consumidores que atrasaram ou não pagaram o valor mínimo, pagam uma taxa de juros bem maior: 524,1% ao ano, com recuo de 4,6 pontos percentual em relação a março. Com essas duas taxas, tem-se a taxa média de 422,5% ao ano.

A taxa do crédito parcelado (compras parceladas com juros, parcelamento da fatura, saques parcelados e pagamento de contas parceladas) subiu 3,1 pontos percentuais para 161,6% ao ano. No caso das operações de financiamento parcelado no cartão de crédito, originárias do rotativo, a taxa ficou em 151,2% ao ano.

A expectativa é de continuidade da redução das taxas. “Os efeitos plenos da medida serão observados somente ao final de maio, ou talvez ainda em junho”, destacou Maciel. Ele acrescentou que na primeira semana de maio a taxa de juros de quem pagou o valor mínimo da fatura caiu para 267,7% ao ano.

SALDO

Atualmente, a maior parte do saldo das operações de rotativo são do crédito “não regular”, em que o consumidor não pagou ou atrasou o pagamento mínimo da fatura, com R$ 22,562 bilhões. No caso dos consumidores que pagaram o valor mínimo, o saldo ficou em R$ 16,194 bilhões. O crédito parcelado ficou em R$ 12,217 bilhões. Já o crédito migrado do rotativo para o parcelado ficou em R$ 65 milhões. Esse valor é bem menor porque o prazo de 30 dias (até 3 maio) para migrar para o parcelado ainda não tinha sido concluído.

REDUÇÃO

A queda na taxa de juros do rotativo ajudou a reduzir a taxa média de juros, cobrada das pessoas físicas. A taxa média de juros para as famílias caiu 4,6 ponto percentual para 68,1% ao ano, em abril. Segundo Maciel, essa redução também foi influenciada pelo ciclo de cortes na taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 11,25% ao ano.

De acordo com Maciel, sem as medidas do rotativo do cartão de crédito, as taxas de juros teriam caído um ponto percentual. “[A redução das taxas] está bem disseminada entre as modalidades”, disse Maciel.
 
 
PUBLICIDADE
 
O deputado afastado Rodrigo da Rocha Loures (PMDB-MG) informou nesta quinta-feira (25) ao Supremo Tribunal Federal que realizou na quarta (24) o depósito judicial dos R$ 35 mil que faltaram entregar à Justiça.

Ele entregou comprovante do depósito judicial feito na quarta-feira (24).
            
 
PUBLICIDADE
 
Pai e filha morreram em um acidente no início da manhã desta quinta-feira (25), na BR-277, na altura do Km 451, no Trevo de acesso a Marquinho.

De acordo com as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), eles seguiam em uma motocicleta. O condutor da moto foi atingido por uma carreta que seguia sentido Curitiba.

O condutor da motocicleta, de 53 anos de idade, e a passageira, de 22 anos de idade, não resistiram aos ferimentos e morreram no local do acidente.

O condutor da carreta, de 40 anos de idade, não sofreu ferimentos.

Os corpos forem encaminhados ao IML de Guarapuava.
 
 
PUBLICIDADE
 
Duas pessoas ficaram feridas em um capotamento de um caminhão na madrugada desta quinta-feira (25) na BR 277, nas proximidades da Serra da Esperança, em Guarapuava.

O acidente foi registrado pelo Corpo de Bombeiros às 03h32 e envolveu um caminhão Ford Cargo, com placas de Turvo, conduzido por Alison Rodrigues dos Santos.

O condutor e o passageiro Joelson Ferreira Isidoro tiveram ferimentos leves e foram encaminhados para atendimento médico na UPA do Batel, em Guarapuava.
 
PUBLICIDADE
 
A um dia do fim do prazo da campanha nacional de vacinação contra a gripe, o Paraná vacinou 78% do público-alvo, segundo um levantamento da Secretaria de Saúde. A campanha começou no dia 17 de abril e segue até esta sexta-feira (26). Em todo o estado, a dose está disponível em 2,2 mil unidades de saúde.

Ao todo, foram aplicadas 2,3 milhões de doses. A meta do estado é imunizar três milhões de pessoas em todo o estado.

Podem receber a vacina gratuitamente crianças de seis meses a quatro anos de idade, gestantes, mulheres que tenham passado por parto há menos de 45 dias, idosos maiores de 60 anos, pessoas com algumas doenças crônicas (mediante prescrição médica), profissionais da área de saúde, professores em atividade e a população indígena.

Três subtipos

A vacina disponível no SUS protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no país: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B.
Segundo o ministério da Saúde, 60 milhões de doses de vacinas foram adquiridas, das quais 21,1 milhões de doses já foram distribuídas aos estados.

Os grupos prioritários devem se vacinar todos os anos, já que a imunidade contra os vírus cai progressivamente. Além disso, o vírus da gripe passa por mutações frequentes.
 
 

Quarta-feira, 24 de Maio de 2017 - 22h10

Beto Richa anuncia investimentos para vários municípios

 
O governador Beto Richa e presidente da Sanepar Mounir Chaowiche estarão em Ponta Grossa para anunciar investimentos importantes da Sanepar na região.

Esses investimentos também chegaram em outros municipios.

Antônio Olinto 630 mil Arapoti 100 mil Candido de Abreu 3,6 milhões Castro 1,9 milhão Foz do Jordao 3,5 milhões Guarapuava 41,9 milhões Imbau 450 mil Imbituva 2,1 milhões Ipiranga 300 mil Irati 6,6 milhões Laranjal 450 mil Laranjeiras do Sul 21,5 milhões Manoel Ribas 100 mil Marquinhos 650 mil Nova Laranjeiras 300 mil Nova Tebas 500 mil Ortigueira 6,8 milhões Palmeira 6,8 milhões Paula Freitas 300 mil Pinhão 7,2 milhões Pitanga
 

Quarta-feira, 24 de Maio de 2017 - 21h50

Quase meio milhão de carteiras de cigarros contrabandeadas são apreendidas

 
Quase meio milhão de carteiras de cigarros contrabandeadas do Paraguai foram apreendidas nesta quarta-feira (24), na BR-163, em Guaíra. Os cigarros eram transportados em um caminhão bitrem. O motorista do veículo foi preso.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor do caminhão, um homem de 38 anos, foi abordado pela equipe e não apresentou a documentação da mercadoria que levava. Por isso, os policiais realizaram uma busca na carga e encontraram nos dois semirreboques aproximadamente 450 mil carteiras de cigarro.

O suspeito foi preso em flagrante por contrabando e foi encaminhado, junto ao caminhão e aos cigarros, à Polícia Federal em Guaíra.
 

Quarta-feira, 24 de Maio de 2017 - 21h17

Criança morre soterrada em silo de ração no interior de Marechal Rondon

 
A manhã desta quarta-feira (24) começou com uma tragédia em uma propriedade rural localizada na Linha Piacuê, no distrito de Igaporã, interior de Marechal Cândido Rondon. Um menino de 07 anos de idade morreu asfixiado ao cair em um silo que serve como depósito de ração para a criação suínos.
 
A criança subiu a escada que acessa a parte superior do silo e acabou caindo em meio aos muitos quilos de ração que estavam armazenados. Seu avô teria ouvido o grito de socorro da criança e mobilizou toda a família.
 
O pai se deparou com o menino somente com os braços e mãos não soterrados e imediatamente entrou no silo para socorrer o filho.
 
Ainda apresentando sinais vitais, a criança foi encaminhada por seus pais à Unidade de Saúde 24 Horas de Marechal Cândido Rondon e todos os esforços foram envidados no sentido de tentar reanimar o garotinho.
 
O trabalho durou cerca de meia hora, mas o menino morreu por asfixia.
 

Quarta-feira, 24 de Maio de 2017 - 17h05

Sisu abre inscrições para o segundo processo seletivo na segunda (29)

 
O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) abre incrições, na próxima segunda (29), para o processo seletivo do segundo semestre deste ano. Pelo Sisu, os participantes concorrem a vagas em instituições públicas de ensino superior com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Não podem ter Neste processo, valerá a nota do Enem 2016. Para participar, os candidatos tirado zero na redação do Enem.
O Sisu terá uma única chamada, e a divulgação do resultado está prevista para o dia 5 de junho. Também nesta data será aberta a lista de espera, que permanecerá disponível até 19 de junho.

No primeiro semestre, o Sisu ofereceu 238.397 vagas em 131 instituições, entre universidades federais, institutos federais e instituições estaduais. O MEC ainda não divulgou o número de vagas para este período.
 
 

Quarta-feira, 24 de Maio de 2017 - 16h36

Em meio a protesto, governo manda esvaziar ministérios

 
Com 35 mil pessoas protestando na Esplanada dos Ministérios, segundo contagem da Polícia Militar, o governo determinou que todos os ministérios sejam esvaziados e encerrou o expediente nesta quarta-feira às 15h.

No Palácio do Planalto, a ordem do presidente Michel Temer foi para que todos os servidores permaneçam no prédio. O Planalto tem segurança diferenciada, com militares. Temer já pediu reforço ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI), responsável pela segurança da Presidência. Veio do GSI a ordem para evacuar os ministérios, e a Casa Civil disparou mensagens para todos os secretários executivos. Os militares consideraram que a integridade física de servidores estava em risco.

— É uma praça de guerra — resumiu um assessor do presidente Michel Temer.

O governo admite que houve falha no esquema de segurança feito pelo governo do Distrito Federal, que não fechou as entradas laterais dos ministérios. O governo federal não pode intervir na segurança, a não ser que o presidente Michel Temer convoque a Força Nacional para conter o protesto.

Os Ministérios de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e o Itamaraty já estão sendo esvaziados. Mais cedo, manifestantes atearam fogo ao Ministério da Agricultura e tentaram romper o bloqueio policial perto do Congresso Nacional. A Fazenda também foi vandalizada. A própria polícia reconhece em nota que conteve manifestantes usando "progressivamente a força".

De acordo com boletim da Polícia Militar, quatro pessoas foram detidas — três por porte de entorpecentes e armas brancas. Um manifestante foi ferido devido à explosão de um rojão que manipulava, ainda segundo a PM. Os bombeiros já atenderam pelo menos dois feridos.

PUBLICIDADE

O presidente teve de cancelar uma reunião que teria às 16h por dificuldade de acesso ao Palácio do Planalto. Ele receberia José Carlos Rodrigues Martins, presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e um grupo de empresários.
 
 

Quarta-feira, 24 de Maio de 2017 - 15h48

Contas de água no Paraná terão aumento médio de 8,53%, a partir de 1º de junho

 
Reajuste foi determinado pela Agência Reguladora do Paraná (Agepar). Haverá mudanças também na tarifa mínima. As contas de água dos paranaenses no mês de junho deve ficar, em média, 8,53% mais cara, de acordo com a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar).

O reajuste foi liberado pela Agência Reguladora do Paraná (Agepar). Ainda de acordo com a empresa, a alteração tarifária valerá para todas as contas que vencem a partir de 1º de junho deste ano.

Esse reajuste é parte de um índice de reposicionamento tarifário, de 25,63%, que deve ser aplicado durante oito anos. O aumento em junho é apenas a primeira parcela. As demais serão anuais, de 2,11%, acrescidas de correção monetária no período, com base na taxa Selic.

Além do reajuste, a Sanepar deve modificar também a cobrança da tarifa mínima. A partir de agora, todos os usuários da empresa têm que pagar um valor mínimo de 5 metros cúbicos, independente de terem consumido menos que isso.

Antes da mudança, a tarifa era de 10 metros cúbicos de água. Essa alteração pode beneficiar consumidores que já gastavam até 5 metros cúbicos, pois o valor da conta tende a cair.
 

Quarta-feira, 24 de Maio de 2017 - 15h34

Ocupe Brasília deve reunir 80 mil pessoas nesta quarta (24)

 
Uma série de manifestações ocorre nesta quarta (24), em Brasília.

É o movimento "Ocupe Brasília" que espera reunir 80 mil pessoas.

Organizado pelas centrais sindicais e as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, o ato visa o afastamento do presidente Michel Temer e a reivindicação de eleições diretas. 
 

Quarta-feira, 24 de Maio de 2017 - 09h25

Richa anuncia primeiro curso da Universidade Virtual do Paraná

 
O governador Beto Richa anunciou nesta terça-feira (23) o primeiro curso da Universidade Virtual do Paraná. O curso superior de Tecnologia em Gestão Pública começa no segundo semestre e marca o início das atividades da Universidade Virtual. O governador, o secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes, e o diretor-geral do Detran, Marcos Trad, assinaram o termo de cooperação para a realização do curso.

Serão ofertadas 2.360 vagas, das quais 1.060 destinadas a servidores públicos do Estado e 1.300 para os demais interessados. O Governo do Estado investe de cerca de R$ 4 milhões no curso – R$ 3,3 milhões do Fundo Paraná e R$ 730 mil do Detran Paraná. 

Richa destacou a valorização do ensino superior e o compromisso do governo com a educação pública de qualidade. “Com o lançamento do primeiro curso da Universidade Virtual do Paraná, cumprimos o objetivo de estimular e ampliar a oferta na educação superior do Estado”, afirmou. 

Ele também ressaltou que o curso em Gestão Pública demonstra mais uma vez o respeito com o funcionalismo público. “Mais uma vez privilegiamos a qualificação dos servidores públicos, que terão uma cota substancial das vagas no curso de Gestão Púbica”, disse. 

A Universidade Virtual do Paraná tem o objetivo de ampliar a oferta e o acesso à educação, incentivar a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação no uso da tecnologia digital de informação e comunicação. O programa envolve as sete universidades estaduais do Paraná e o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar). 

FUNCIONALISMO – Das 1.060 vagas reservadas aos funcionários públicos, 360 serão para servidores do Detran. Os funcionários do órgão terão disciplinas especiais na área de trânsito.

O curso foi elaborado em parceria pela Secretaria de Ciência e Tecnologia e Detran, com ênfase na área de trânsito. “Com esse convênio, chegaremos ao final do governo com 100% dos funcionários do Detran com ensino superior”, disse Marcos Trad. 

O secretário João Carlos Gomes destacou que, além de ampliar as vagas de ensino superior no Estado, a Universidade Virtual oferece a oportunidade de qualificação dos funcionários públicos. “Queremos qualificar as pessoas que ocupam cargos públicos, seja nos municípios ou no Estado, para que estejam preparadas executar suas funções”, disse. A previsão do secretário é oferecer novos cursos EaD, envolvendo a Universidade Virtual e as sete universidade estaduais do Paraná. 
 
PUBLICIDADE
Mural de Recados
 
Fone: (42) 9931-7475 - E-mail: joneifarias@hotmail.com.br
© 2017 Jonei Farias . Todos os direitos reservados.